Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Tututa.jpeg

 

Epifânia de Freitas Silva Ramos Évora, ou Dona Tututa, como era carinhosamente tratada, nasceu no Mindelo, cidade onde despontou como grande pianista, mas é no Sal onde vive a maior parte da sua vida.

 

Tututa, além do reconhecimento como compositora de célebres temas como “Grito de dor”,“Sentimento”, “Mãe Tigre” ou “Vida Torturod”, é também conhecida pela melancolia das suas letras e elogiada pelo “swing da mão esquerda” que fez escola na interpretação ao piano da música popular de Cabo Verde.

 

A "virtuosa e original” pianista é dada a conhecer ao mundo através de um retrato fílmico sobre a sua vida, lançado no dia em que Dona Tututa Évora fazia 94 anos. Faleceu no ano seguinte.

 

Tututa lançou, em 1966, o seu único disco, “Rapsódia Tututa & Taninho”.

 

Em 2019, a filha Lourdes Pereira, publicou o livro Tututa Composições que reúne as cifras, letras e partituras de 18 composições da pianista.

 

Dona Tututa é patrona da Escola Municipal de Artes da ilha do Sal e o seu nome foi atribuído a um dos navios da CV Interilhas.

 

Manuel Brito-Semedo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by