Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Porto Memória.jpeg

 

 

Guilherme da Cunha Dantas (Brava 1849 – 1888), jornalista, poeta lírico e romântico, foi o primeiro escritor cabo-verdiano e um dos fundadores da ficção cabo-verdiana, com Contos Singelos, publicado em Mafra, Portugal, em 1867, quando tinha apenas dezoito anos de idade. Curiosamente, 1867 é também o ano em que nasceu o poeta conterrâneo, Eugénio de Paula Tavares.

 

 

Guilherme Dantas.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Poesias Dantas.jpg

Memórias.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comemora-se em Junho próximo os 170 anos de Guilherme da Cunha Dantas (Brava, 25.Junho.1849 – 24.Março.1888), aquele que foi o primeiro escritor cabo-verdianao e um dos fundadores da ficção cabo-verdiana, com Contos Singelos, editado em Mafra, Portugal, em 1867, quando tinha apenas dezoito anos de idade, e do primeiro jornal de Cabo Verde, "Independente" (Praia, 1877-1889).

 

Em jeito de homenagem, no dia em que se assinala os 130 anos da sua morte, o Esquina do Tempo reedita um post de 2016 com a reprodução de um texto de José Augusto Martins, a ele dedicado, publicado em 1891, no livro Madeira, Cabo Verde e Guiné (Lisboa).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Anónimo

    Se Simão nasceu em 1842, e o naufrágio foi em 1853...

  • Joelson Leal

    Sr. Brito, o senhor sabe quem escreveu a música "R...

  • Anónimo

    Caro Amigo. O trabalho sobre Morna foi feito em 20...

Powered by