Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Um Mar De Conflitos1.jpg

“Um povo sem memória é um povo sem história. E um povo sem história está fadado a cometer, no presente e no futuro, os mesmos erros do passado”

- Emília Viotti da Costa, Historiadora Brasileira

 

INTRODUÇÃO

 

Confesso o meu fascínio pela História e por figuras marcantes do século XIX, o meu século de eleição para o estudo da imprensa periódica.

 

Quem se interessa pela etno-história como eu, depara-se, em Cabo Verde, com sérias dificuldades em consultar documentos de arquivo, pois a maior parte encontra-se em Portugal no Arquivo Histórico Ultramarino, nas Bibliotecas Nacionais de Lisboa e do Porto e na Torre do Tombo. No Arquivo Histórico Nacional o acervo é muito limitado. 45 anos depois da Independência Nacional, lamentavelmente, ainda é este o estado da Memória.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Pedra de Lume 2.jpg

Pedra de Lume, Ilha do Sal

 

 

Portugal tem andado a comemorar os 150 anos da viagem inaugural de comboio de Lisboa ao Carregado, que teve lugar em 28 de Outubro de 1856. Mas a verdade é que já desde 1837 havia um caminho-de-ferro em Portugal, na então província de Cabo Verde. Quem o diz é Salomão Vieira, membro da Associação Portuguesa dos Amigos dos Caminhos-de-Ferro (APAC), em cujo boletim conta a história do primeiro caminho-de-ferro em domínios portugueses. Esta está associada a um homem - Manuel António Martins - que, em 1798, desembarca na então desabitada ilha do Sal e decide explorar o produto que lhe dá o nome. Para facilitar o transporte através dos terrenos arenosos, toma uma iniciativa pioneira: "mandou vir de Inglaterra o primeiro caminho-de-ferro que se assentou em domínios portugueses, bem como os respectivos carros para o transporte do sal". Salomão Vieira conta que este começou a funcionar em 1837, "ano em que em Portugal ainda se curavam as feridas da guerra civil fratricida e quando ainda se estava longe de pensar em tais modernidades". Uma nota final: também a vizinha Espanha, que celebra o seu primeiro comboio entre Barcelona e Mataró, teve, na realidade, o seu primeiro caminho-de-ferro...em Cuba.

 

Fonte: Jornal Público ; Para ler mais sobre Manoel António Martins e informar sobre Salinas de Pedra de Lume.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Anónimo

    Vénias minhas.

  • Anónimo

    Fico agradecido com a sua resposta.Estamos no exer...

  • Brito-Semedo

    Estimado Domingos Andrade,Muito obrigado por se te...

Powered by